fone 0800 772 8445   (11) 4527-3444
 
perfis-e-postagens-em-redes-sociais

Perfis e postagens em redes sociais podem prejudicar o candidato a emprego

Você envia um currículo para um processo seletivo, o recrutador entra em contato agendando uma entrevista e momentos depois acessa o seu perfil nas redes sociais.

Já há alguns anos que esse tema tem recebido atenção; em uma pesquisa realizada com 230 gerentes de RH dos Estados Unidos e do Reino Unido e com mais de quatro mil jovens entre 18 e 25 anos de 11 países, o instituto AVG Technologies, divulgou três razões para o candidato se certificar de que não há nada que comprometa a sua imagem diante do recrutador. As informações foram publicadas na revista Exame. Relembre:

Os recrutadores procuram perfis em várias redes sociais.
O estudo apontou que a grande maioria dos recrutadores pesquisam os perfis abertos dos candidatos em diferentes redes sociais, ou seja, a rede social profissional LinkedIn não é a única ferramenta utilizada no processo de seleção.
A conclusão é que de nada vale manter uma página impecável no LinkedIn se os perfis e postagens em outras redes podem colocar tudo a perder.

Publicações inadequadas podem excluir o candidato da seleção.
Mais da metade dos recrutadores revelou já ter excluído candidatos de processos seletivos, considerando o que foi encontrado deles ou sobre eles nas redes sociais. Fotos com nudez, ofensas e críticas depreciativas são alguns dos conteúdos que podem levar à rejeição do candidato.

Atitude online também pode encantar.
Por outro lado, investir na imagem online pode fazer com que o candidato supere os concorrentes. Ainda de acordo com a pesquisa, dois terços dos recrutadores afirmaram ter sido influenciados positivamente pelo conteúdo das páginas dos candidatos nas redes sociais. Entretanto, é preciso lembrar que manter a calma e cuidar da preparação para a entrevista são elementos fundamentais para um bom desempenho no processo seletivo.

DEIXE UM COMENTÁRIO

*

*